Arquivo de etiquetas: Michael Myman

Michael Nyman – “MICHAEL NYMAN 26 de outubro, Teatro Nacional de S. Luís” (concertos | antevisão)

PÚBLICO QUARTA-FEIRA, 17 OUTUBRO 1990 >> Pop Rock


MICHAEL NYMAN 26 de outubro, Teatro Nacional de S. Luís



Criado musicalmente no seio dos clássicos como Purcell e Haendel e, mais tarde, rendido à lógica dos minimalistas, Nyman enveredou posteriormente por uma prática que poderíamos definir como “neobarroca”, jogando com estruturas musicais complexas, submetidas a um ordenamento matemático, que, no seu caso e segundo afirma, se processa de modo quase intuitivo. Para trás ficavam as experiências formais de “Decay Music”, gravadas para a série “Obscure” de Brian Eno e as brincadeiras levadas a cabo na Portsmouth Sinfonia (ainda ao lado de Eno), Scratch Orchestra e Flying Lizards (de David Cunningham, que viria a produzir alguns dos seus discos). A partir sensivelmente de 1977 começa a compor a sua própria música, escrita quase exclusivamente para voz, piano, cordas e sopros, combinação instrumental cujas possibilidades considera “praticamente inesgotáveis”. Colabora assiduamente com o seu compatriota e cineasta Peter Greenaway, assinando as bandas sonoras das longas-metragens “The Draughtsman’s Contract”, “A Zed and Two Noughts”, “Drowning by Numbers”, “The Cook, the Thief, his Wife and her Lover” e o mais recente “Water Dances” a estrear brevemente entre nós. “The Kiss and other Movements” (com vocalizações de Dagmar Krause) e a ópera “The Man who Mistook his Wife for a Hat” são alguns dos seus trabalhos fora da esfera daquele realizador. O interesse pela música rock leva-o a fazer os arranjos de um dos temas do álbum “The Sensual World”, de Kate Bush, e a afirmar que gostaria um dia de trabalhar com David Byrne. Prepara atualmente um projeto com outro cineasta, o chileno Raoul Ruiz, baseado no tema “D. Juan” e com estreia prevista para Sevilha, no âmbito da Expo 92. Acompanham Michael Nyman, nesta sua deslocação a Lisboa, oito músicos: Elizabeth Perry e Jonathan Carney (violinos), Anthony Hinnigan (violoncelo), Martin Elliot (baixo), John Harle, David Roach e Andrew Findon (saxofones) e Nigel Barr (trombone). O concerto é uma produção Hernâni Miguel/Contraverso e os bilhetes já se encontram à venda.