Tir Na Nog – “A Tear And A Smile” + “Strong In The Sun”

Pop Rock

6 de Novembro de 1996
reedições

Tir Na Nog
A Tear and a Smile (7)
Strong in the Sun (6)
EDSEL, DISTRI. MEGAMÚSICA


tnn

Na onda de fundo que levou, em 1969, o Psicadelismo a transformar-se em Progressivo, houve quem aproveitasse a troca de rótulos para fazer passar uma música acústica que, ao contrário da maioria dos primeiros progs, não tinha raízes no “rhythm’n blues” mas na “folk”. Estavam nesse barco os Tir Na Nog, duo formado por Sonny Condell e Leo O’Kelly, ao lado de formações como os Dando Shaft, Trader Horne, Tudor Lodge, Mellow Candle, Magna Carta, Spirogyra, Trees, entre outras. “A Tear and a Smile”, de 1972, é uma deliciosa pintura de interiores da Inglaterra da época, com o coração em Donovan e Simon & Garfunkel, um gosto marcante pelas guitarras de 12 cordas e pelo sabor e textura das vozes, e melodias entrançadas numa floresta encantada. No álbum seguinte, “Strong in the Sun”, de 1973, os Tir Na Nog quiseram tornar-se progressivos a sério e desorientaram-se, perdendo parte da magia inicial. Mesmo assim, entre derivações eléctricas que soavam a miniaturas incompletas dos grandes épicos Prog. de então, é possível encontrar deliciosos pedaços de rendilhado acústico, como “Teeside”, “In the morning” e “Most magical”. Para os nostálgicos sem preconceitos.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.