Imagens de cabeçalho aleatórias... Recarregue a sua página para ver mais!

Interruptor de Palmas

clap3

Interruptor que actua a partir de batimento de Palmas
componentes fundamentais (corriqueiros): Temporizador 555 e Transístores BC-547

Introdução
O “Interruptorde Palmas” é um mini-projeto eletrónico simples, feito com a ajuda dos componentes básicos.
O “Interruptor de Palmas” tem a função de ligar / desligar qualquer componente elétrico ou circuito através do som de um simples batimento de uma mão na outra (palmas).
É conhecido como “Interruptor a Palmas” , porque o microfone de condensador que é usado neste projeto é capaz de captar o som que tenha o mesmo tom sonoro de um batimento de palmas (uma mão contra a outra) como entrada para o circuito poder actuar.
Embora não seja obrigatório que o som que fará actuar o interruptor seja o som da batida de palmas (pode ser qualquer som que tenha o mesmo – ou similar – tom (frequência)).
O microfone converte então a energia de sonora em energia elétrica, a entrada para o circuito é um som dentro de terminadasa gama de frequncias, enquanto o circuito nos dá a saída na forma de LED aceso (energia elétrica).

Componentes Necessários:
Resistências de 1K, 4.7K, 47K, 330 and 470 ohm (1 de cada valor)
1 Condensador de 10µF
2 condensadores de 100nF
1 Microfone de Condensador
2 transístores BC547
1 LED
1 temporizador 555 (circuito integrado)
Pilha de 9V

Princípio de Funcionamento
Este circuito (ver esquema abaixo) é feito com a ajuda de um Sensor Activado por Som.
Este sensor capta o som do batimento de uma mão na outra (vulgo palmas) como Entrada e processa esse som de forma a fornecer a Saída.
Quando o som em causa é “fornecido” como a entrada ao Microfone de Condensador Eléctrico, esse som é transformado por este condensador em Energia Eléctrica e o LED acende.
O LED liga-se (fica ON) logo que lhe “fornecemos” o som e depois desliga-se (fica OFF), automaticamente, após alguns segundos. Este tempo que o LED se mantém aceso pode ser configurado (alterado), variando o valor do condenador de 100mF visto que ele está ligado ao temporizador 555, cuja função principal é gerar um impulso.
Apesar de o nome do circuito ser “Interruptor a Palmas”, ele não funciona somente através desse método. Poderá ser qualquer som que tenha a mesma tonalidade, ou similar, pelo que o seu nome pode ser também “Interruptor Operado por Som”
Este circuito é baseado principalmente em transístores, porque o terminal negativo do Microfone está directamente ligado ao transístor.
Neste circuito, não se utiliza nenhum Interruptor Eléctrico (normal) para ligar / desligar o circuito, logo, quando ligarmos a bateria ao circuito, isso significa que o circuito fica ligado (ON) e captará as entradas na forma de Energia Sonora.
Isto também poderá ser modificado utilizando um Relé como Interruptor Electrónico, para ligar / desligar o circuito.
Logo que fornecemos o som de entrada ao circuito, ele amplifica o sinal sonoro captado e fornece-o ao temporizador 555, o qual gera o impulso para o LED, fazendo com que este acenda.
Deverá certificar-se que o pólo negativo do Microfone de Condensador está ligado ao amplificador. Caso contrário o circuito entrará em sobreaquecimento e poderá não funcionar com diferentes modelos de transístores, etc.
Não pode também aumentar a sensibilidade do Microfone de Condensador pois caso o faça este durará / funcionará por pouco tempo. Para funcionamento a longo prazo ele apresenta, por defeito, uma pequena gama de sensibilidade..
Isto também se aplica no que toca à Lâmpada, pelo que o circuito tem muitas possibilidades de sofrer modificações.

FIGURA – ESQUEMA

clap2

clap4

Vantagens e Desvantagens
1. Pode ser usado para ligar (ON) e desligar (OFF) um LED ou Lâmpada, simplesmente através do batimento de palmas.
2. Podemos também remover LEDs e colocar em seu lugar uma Ventoinha ou outro componente eléctrico na saída.
3. O Microfone de Condensador utilizado neste circuito tem uma pequena gama de sensibilidade, que nãopode ser alterada.

Aplicações
A utilização “Interruptor de Palmas” não está restrita ao acendimento / apagamento de LEDs, podendo ser usada para comandar outros equipamentos eléctricos como lâmpadas, ventoinhas, rádios ou outro qualquer circuito básico que pretenda comandar através do som.

Esquema no Multisim
esqM

Vídeo / Simulação no Multisim
Nota:No Multisim, por este não possuir Microfone, este foi simulado usando uma fonte de tensão (ao fim e ao cabo o microfone transforma a energia sonora em energia eléctrica (tensão eléctrica) que injecta na entrada do circuito.



Vemos na simulação que ao abrir e/ou fechar o circuito (aparecimento de som / não há som) o led (neste caso o receptor usado) acende / apaga.

Circuito Multisim, aqui.

Maio 15, 2017   Não há comentários

Electrónica: Circuitos Práticos com Estabilizadores de Tensão: Cromo #8 – Regulador de 10V

Circuitos Práticos com Reguladores de Tensão

8. Regulador de 10 V

Este circuito consegue fornecer uma saída de precisão estabilizada nos 10V, utilizando, para isso, o regulador de tensão LM117, da National Semiconductor.
Este circuito integrado deve ser montado num bom dissipador/radiador de calor. O Zenner, LM129, também é da National Semiconductor.
Deveremos alimentar o circuito com uma tensão de alimentação superior em, pelo menos, 3V, a tensão de saída, ou seja, a alimentação deve ter, no mínimo 13V.

Utilizei o Zener BZX79-C6V8, em vez do LM129, pois o Multisim não o tem. Se usarem o LM 129, como deve ser na prática poderão ter de ajustar os valores das resistências, pelo que convém primeiro experimentar/testar a coisa em protótipo.

Segue o link com o circuito Multisim correspondente e que permite a simulação.

Julho 13, 2012   2 Comentários

Electrónica: Circuitos Práticos com Estabilizadores de Tensão: Cromo #7 – Controlo de Temperatura

Circuitos Práticos com Reguladores de Tensão

7. Controlo de Temperatura

Com o circuito da figura abaixo podemos controlar a quantidade de calor emitida por um aquecedor ou qualquer outro elemento de aquecimento.
O elemento de aquecimento pode funcionar com tensões de até 25 V e corrente máxima de 3 A.
A tensão máxima de entrada do circuito é de 35 V, e para funcionar normalmente devemos inserir uma tensão de entrada de pelos menos 2 V a mais em relação que é exigida pelo elemento de aquecimento.
O sensor do circuito é um LM334 que deve ser colocado junto ao local em que está o aquecedor para detectar a temperatura do ambiente que o circunda.
Este tipo de circuito pode ser utilizado por exemplo em estufas, chocadeiras e aparelhos de experiências em biologia, para além de muitas outras aplicações.
O ajuste do circuito é feito no potenciómetro de 100 kΩ para a temperatura que se deseja manter.

Segue o link com o circuito Multisim correspondente e que permite a simulação.

Junho 13, 2012   Não há comentários