Imagens de cabeçalho aleatórias... Recarregue a sua página para ver mais!

Campo Magnético criado por um fio condutor atravessado por uma corrente contínua (DC)

Curso Profissional de Electrónica, Automação e Comando
Disciplina de Electricidade e Electrónica
Módulo 2 – Magnetismo e Electromagnetismo

Uma corrente eléctrica cria sempre um campo magnético.
Esta aplicação diz respeito ao estudo do campo magnético criado por uma corrente contínua.
Existe um botão para inverter o sentido da corrente e ver quais as consequências dese facto.
Os sinais nas extremidadesdo fio condutor simbolizam os pólos de uma bateria, que é a fonte de alimentação de onde parte a corrente que atravessa o fio.
O sentido convencional da corrente é mostrado através da seta vermelha. Repare no movimento dos electrões (pontos verdes), cujo sentido é contrário ao tal sentido convencional da corrente.

Um agulha de bússola (que pode ser arrastada pelo rato e assim mudar de local) mostra-nos (a azul) a direcção do campo magnético num dado ponto do espaço. Os pólos da agulha de bússola estão pintados a vermelho (Pólo Norte) e verde (Pólo Sul).


As linhas de força de um campo magnético criado por uma corrente contínua formam cicunferências concêntricas à volta do fio.
A direcção do campo magnético (setas azuis) é dada pela regra da mão direita: quando o polegar da mão direita aponta na direcção/sentido convencional da corrente, os dedos curvam-se à volta do fio na direcção/sentido do campo magnético.

Outubro 24, 2012   Não há comentários

Campo Magnético Criado Por Um Íman

Curso Profissional de Electrónica, Automação e Comando
Disciplina de Electricidade e Electrónica
Módulo 2 – Magnetismo e Electromagnetismo

O campo magnético de um iman em forma de barra pode ser estudado com uma agulha de uma bússola.
Os pólos magnéticos da barra magnética e da agulha estão simbolizadas pelas seguintes cores:

polo norte vermelho
polo sul verde

Se mudarmos a posição da agulha magnética com o botão do rato as linhas de campo surgem desenhadas a azul com as setas a indicarem a direção do campo magnético.
Se mudarmos a polaridade inverte-se a direcção do campo.
O botão esquerdo permite limpar todas as linhas de campo.
De cada vez que prime o botão do rato e “arrasta” a agulha, fica uma linha desenhada quando o solta.

Assim, se quiser saber como é a linha de força (direcção e sentido) presente num determinado ponto do espaço, originada pelo campo magnético criado pelo íman em barra, basta arrastar, com o rato, a agulha de bússola para esse ponto e depois largar o botão do rato com que fez o tal arrastamento.


Setembro 23, 2012   Não há comentários