Imagens de cabeçalho aleatórias... Recarregue a sua página para ver mais!

Educação Tecnológica – Trabalho de Electricidade: “Construção de uma Torradeira Eléctrica”

Informação

Quem não gosta de umas torradinhas quentinhas pela manhã, barradinhas de manteiga, ao pequeno almoço?
Pois o que te estamos a propor, é efectivamente a construção de uma torradeira. É evidente que estamos limitados no que diz respeito à forma “perfeita” de tecnologia que as modernas torradeiras nos proporcionam, mas, dentro do tipo de ferramentas e materiais disponíveis no mercado, esta torradeira, embora simples, não deixa de satisfazer até mesmo o mais exigente.

Montagem

Partindo do princípio, isto é, das chapas de alumínio que já se encontram cortadas nas medidas certas, quase todas, vamos fazer a adaptação de todas elas entre si, para que no final as possamos montar e encaixar umas nas outras e assim constituir a nossa torradeira, tal como se pode observar na figura mais abaixo.

Actividades

. Desenvolver a capacidade de marcação de furos e quinagem das chapas;
. Desenvolver o manuseamento de diversas ferramentas, tais como: a régua graduada, o riscador, o paquímetro, o berbequim eléctrico, assim como outro tipo diverso de ferramentas eléctricas já conhecidas.

Esquema Eléctrico

Aspecto final da Torradeira

Planificação/Desenho dos Componentes

Abril 7, 2012   Não há comentários

Educação Tecnológica – Trabalho de Electricidade: “Electrificação de um Candeeiro de Mesa”

Função da Montagem

Aplicação de conhecimentos adquiridos sobre o circuito eléctrico elementar numa montagem de utilidade pessoal.
Actividades
. Proceder à leitura de esquema e respectiva interpretação;
. Adequar a leitura à montagem identificando todos os componentes do circuito;
. Construir um candeeiro tendo como suporte uma garrafa de vidro ou um ‘bibelot’;
. Manusear diversos tipos de ferramentas.

Material Necessário

. 1 garrafa de vidro ou ‘bibelot’;
. 1 suporte de lâmpada c/ porta abajur;
. 1 lâmpada tipo chama de 200 Volt, 25 Watt;
. 1 ficha macho de 6 Ampere;
. 1 racor de 10 mm;
. 1 base em madeira p/ fixação do ‘bibelot’ (se for o caso);
. Fio condutor duplo de 1,5 mm2, flexível;
. Solda tinol de 60×40 de 1 mm;
. 3 parafusos p/ madeira;
. 1 rolha de cortiça.

Ferramentas Utilizadas

. Alicate Universal;
. Alicate de pontas chatas;
. Navalha de electricista;
. Chave de fendas de 5 mm;
. Chave de fendas de 3 mm;
. ferro de soldar de 30 Watt.

Esquema de Princípio e Sugestão para Montagem Prática

Março 6, 2012   Não há comentários

Educação Tecnológica – Trabalho de Electricidade: “Detector de Nervoso”

Informação

Este trabalho preenche mais uma vez a função lúdica da disciplina, mas sendo simples requer da parte do aluno o conhecimento do circuito eléctrico que, desta vez, utiliza como receptor um besouro piezoeléctrico.
A alimentação do circuito é também feita através de pilhas de 1,5 Volts e como interruptor utilizamos dois arames de cobre, um fixo e outro móvel, dispostos como se mostra na figura mais à frente.

Montagem

Esta montagem é feita sobre uma placa de madeira que será devidamente trabalhada e com acabamento de verniz, onde posteriormente serão montados os arames que farão parte do circuito eléctrico assim como o suporte das pilhas e o respectivo besouro.
Função da Montagem
este trabalho serve para testar o grau de nervosismo do operador e ajuda a controlar o tremer de mãos, podendo vir a ser utilizado como terapia do domínio dos movimentos.

Actividades

. Fazer leitura de esquemas;
. Medição de tensões;
. Adequar a leitura à montagem experimental;
. Soldadura e estanhagem;
. Manuseamento de diversas ferramentas;
. Verniz celuloso;
. Lixa para madeira.

Material Utilizado

. Suporte de pilhas duplo;
. Pilhas de 1,5 volts;
. Besouro piezoeléctrico;
. Placa de aglomerado de madeira;
. Condutores flexíveis de 0,75 mm2;
. Condutores rígidos de 2,5 mm2;
. Dados de junção de 2,5 mm2;
. Solda tinol de 60×40.

Esquema de Princípio

Esquema da Montagem

v2

Fevereiro 5, 2012   Não há comentários