Imagens de cabeçalho aleatórias... Recarregue a sua página para ver mais!

O Telerruptor

TELERRUPTOR (electromecânico)

IntroduçãoO teleruptor é um aparelho composto por um circuito de comando (bobina) e um circuito de potência, interligados, funcionando num sistema de báscula, isto é:

1. Quando o circuito de potência se encontra fechado e fazemos a bobina ser percorrida por uma corrente, o circuito de potência é aberto;2. Quando o circuito de potência se encontra aberto e fazemos a bobina ser percorrida por uma corrente, o circuito de potência é fechado;

Representação Esquemática

Representação Esquemática

Funcionamento

Por cada impulso de tensão/corrente entre os terminais A1 e A2 do aparelho (terminais da bobina – circuito de comando), o circuito de potência (entre os terminais 1 e 2 do aparelho) muda de estado (abre se estava fechado e fecha se se encontrava aberto). Com este funcionamento o telerruptor pode ser usado em várias aplicações, como por exemplo: Comutação de Escada (ver adiante) em que se pode realizar o circuito de comando com botões de pressão ligados em paralelo e o circuito de potência alimenta as várias lâmpadas, também elas ligadas em paralelo (ver adiante)

Arranque Directo de Motor, com Contactor (ver adiante) em que o circuito de comando é controlado por botão de pressão e em que o circuito de potência do contactor vai ser comandado depois pelo circuito de potência do telerruptor.

Esquema Interno

Foto do Telerruptor

Podemos ver aqui o “Mecanismo de abertura e fecho dos contactos” que é um sistema rotativo que, a cada “impulso”/fecho do circuito de comando, roda uma posição. Os únicos dois tipos de posição que este mecanismo possue são aqueles que lhe permitem fechar o circuito de potência se este se encontrar aberto e vice-versa. O modo como este mecanismo actua sobre o circuito de potência é através do movimento dos contactos móveis que abrem e/ou fecha o circuito de potência.

Aplicações

1. Como Comutação de Escada

Esquema de Princípio da Comutação de Escada com Telerruptor

Sempre que se prime um botão de pressão, o circuito de comando fica fechado (há um caminho entre a fase e neutro para a corrente circular; Essa corrente ao atravessar a bobina do telerruptor (entre os terminais A1 e A2) faz com que esta, ao ser percorrida por essa corrente, crie um campo magnético;

Esse campo magnético vai fazer rodar uma peça mecânica existente no interior do telerruptor (ver esquema interno), colocando-a numa nova posição; Como essa peça tem apenas duas posições, uma que corresponde ao circuito fechado entre os terminais 1 e 2, e outra que corresponde ao circuito aberto entre esses mesmos terminais, concluimos que: Sempre que os circuito entre os terminais 1 e 2 do teleruptor se encontra aberto (e consequentemente as lâmpadas apagadas pois não existe caminho entre a fase e o neutro que passe por elas) e carregamos num dos botões de pressão, fechamos o circuito entre os terminais 1 e 2 do telerruptor e as lâmpadas, consequentemente, acendem, pois agora já existe um caminho fechado entre a fase e o neutro que passa pelas lâmpadas, o que permite a circulação da corrente nesse caminho. Sempre que os circuito entre os terminais 1 e 2 do teleruptor se encontra fechado (e consequentemente as lâmpadas acesas pois existe caminho entre a fase e o neutro e por isso a corrente eléctrica circula através delas) e carregamos num dos botões de pressão, abrimos o circuito entre os terminais 1 e 2 do telerruptor e as lâmpadas, consequentemente, apagam-se, pois agora já não existe um caminho fechado entre a fase e o neutro que passa pelas lâmpadas, o que não permite a circulação da corrente nesse caminho. Em resumo: Se as lâmpadas se encontrarem apagadas e premirmos um dos botões de pressão, elas apagam-se; Se as lâmpadas se encontram acesas e premirmos qualquer um dos botões de pressão as lâmpadas acendem;

Estas características são ideais para a utilização deste circuito em, por exemplo: Escadas – permitindo o comando da sua iluminação em diversos pontos (pisos) onde temos apenas de colocar um botão de pressão; Corredores – permitindo o comando da sua iluminação em diversos pontos, tantos quantos queiramos, bastando para isso acrescentar nesses pontos um botão de pressão Quartos – permitindo comandar a sua iluminação à entrada do quarto (onde colocamos um botão de pressão) e num local situado perto da cama (onde colocamos/ligamos outro botão de pressão;

Esquema Unifilar da Comutação de Escada com Telerruptor

2. Em Arranque / Paragem de Motores

Nota: para mais explicações sobre o funcionamento deste circuito, consultar “Circuitos de Força-Motriz”, noutro(s) artigo(s) deste site.Este e outros circuitos de força-motriz podem ser simulados em http://w3.cnice.mec.es/recursos/fp/cacel/CACEL1/telerruptor.htm

Circuito de Comando do Arranque Directo de Motor com Telerruptor

Circuito de Potência do Arranque Directo de Motor com Telerruptor

QM1 – Interruptor Magnetotérmico Geral QM2 – Interruptor Magnetotérmico do Circuito de Comando KM1 – Contactor FR1 – Relé Térmico M1 – Motor SB1, SB2 e SB3 – Interruptores de Marcha (Arranque do motor) KL1 – Telerruptor HL1 – Lâmpada do motor HL2 – Lâmpada do relé térmico

Posts Relacionados:

7 comentários

1 Marco Tomás { 08.16.09 at 14:45 }

Boa tarde!
Achei o exemplo de comando para comando de arranque de motores bastante esclarecedor mas, penso que usar um telerruptor para marcha ou paragem de um motor não seja o indicado. Por exemplo, (no caso do telerruptor mecânico) se o motor estiver em marcha o telerruptor está excitado (contacto 13 – 14 está fechado) se faltar a tensão (“faltar a luz”) logicamente o motor pára mas quando voltar como o telerruptor é mecânico está na posição de contacto fechado o que dará início à marcha do motor sem que ninguem o tenha feito pondo em perigo “se for o caso” o operador ou a própria máquina.
Penso que o raciocínio está correcto?
Obrigado

2 admin { 08.19.09 at 22:43 }

Caro Marco,
penso que tem toda a razão.
Daí o telerruptor não ser (tanto quanto sei) muito utilizado em circuitos deste tipo (força-motriz) mas mais em circuitos de iluminação em que não há o tal perigo de segurança que refere (quando muito mais uns euros que se gastam).
Agradeço imenso o seu comentário bastante elucidativo.
Escreva sempre.
Abraços.

3 Alexandre { 08.26.11 at 18:28 }

Este comando se aplica a partida deum motor com apenas um botão?

4 admin { 09.06.11 at 15:56 }

Sim, pode usar apenas um botão. O número de botões é arbitrário, isto é, de acordo com as necessidades.

5 gil { 09.11.14 at 22:56 }

boa noite muito bom o comando do motor com o telerrupto, mas gostaria de saber se o motor estiver ligado e voltar energia quando a energia voltar o motor permanece ligado ou desligado. gostaria de um comando para trabalhar duas bomba d agua uma trabalha 4horas e a outra fica desligada 4 horas e depois uma desliga e a outra liga tudo automático poderia me ajudar

6 Simoteme Zakala { 05.30.18 at 13:43 }

Boa tarde,

O teu problema é muito simples, eu aconselho lhe usar qualquer esquema de comando motor ( directo, estrela – triangulo ou o que adequa a potencia do motor que se pretende comandar), e usar o contacto do interruptor horário para o comando de partida e não o contacto do contactor em paralelo a este , para possibilitar a paragem do motor ao fim do tempo programado.

7 Simoteme Zakala { 05.30.18 at 13:56 }

É possível comandar o motor com o interruptor mas deve- se levar em considerar aspetos ligados segurança de instalação e pessoas que poderão estar a volta do motor.
Normalmente estes dispositivos são concebidos de maneira que quando há falha de energia, eles ficam na posição de segurança ( com contato aberto)

Deixe-nos um comentário