Imagens de cabeçalho aleatórias... Recarregue a sua página para ver mais!

Medição de Potência e Energia em Corrente Contínua – Ficha de Trabalho de Laboratório

Curso Profissional de Electrónica, Automação e Comando
Disciplina de Electricidade e Electrónica
Módulo 1 – Corrente Contínua (10º Ano)
Ficha de Trabalho de Laboratório: “Medição de Potência e Energia Eléctrica em Corrente Contínua”

MEDIÇÃO DE POTÊNCIAS EM CORRENTE CONTÍNUA

Objectivos
1. Medição de potências eléctricas
2. Relacionar matematicamente a potência total com as parciais, em vários circuitos
3. Cálculo da energia

Introdução
A potência eléctrica P pode ser medida por dois métodos:
. Directo – usando um wattímetro
. Indirecto – usando um amperímetro e um voltímetro

Procedimentos
1. Monte um circuito eléctrico com a resistência eléctrica que lhe for dada pelo professor e alimente-a com uma tensão de 12V.
Aponte o valor da resistência eléctrica –>
Meça o valor da potência dissipada na resistência, usando o wattímetro –>

2. Desligue o wattímetro do circuito e meça tensão aplicada à resistência e a respectiva intensidade de corrente que a atravessa:
Tensão –>
Intensidade de Corrente –>
Calcule o valor da potência dissipada na resistência –>

3. Monte um circuito com as 2 resistências dadas pelo professor, em série, e alimente o circuito com uma tensão de 12 V.
Aponte os valores das resistências –>
Meça o valor da potência dissipada em cada uma das resistências –>
Meça o valor da potência total dissipada nas 2 resistências –>
(nestes 2 últimos casos, pode usar o método directo ou indirecto)

4. Calcule a energia consumida em cada uma das resistências (em 1 hora) –>
Calcule a energia consumida pelas duas resistências (em 1 hora)

5. Monte um circuito com as 2 resistências dadas pelo professor, em paralelo, e alimente o circuito com uma tensão de 12 V.
Aponte os valores das resistências –>
Meça o valor da potência dissipada em cada uma das resistências –>
Meça o valor da potência total dissipada nas 2 resistências –>
(nestes 2 últimos casos, pode usar o método directo ou indirecto)

6. Calcule a energia consumida em cada uma das resistências (em 1 hora) –>
Calcule a energia consumida pelas duas resistências (em 1 hora)

7. Monte um circuito com as 3 resistências dadas pelo professor, em associação mista, e alimente o circuito com uma tensão de 12 V.
Aponte os valores das resistências –>
Meça o valor da potência dissipada em cada uma das resistências –>
Meça o valor da potência total dissipada nas 2 resistências –>
(nestes 2 últimos casos, pode usar o método directo ou indirecto)

8. Calcule a energia consumida em cada uma das resistências (em 1 hora) –>
Calcule a energia consumida pelas duas resistências (em 1 hora)

–> Elabore um relatório do trabalho, onde deve constar:
. Os objectivos do trabalho
. A introdução
Para cada um dos pontos (os pontos 3 a 8 podem ser agrupados dois a dois)
. O material usado
. Os esquema
. Os valores medidos e/ou calculados
Conclusões
. Relações entre as potências parciais e totais (para cada um dos casos: associação série, associação paralelo, associação mista)
. Relações entre as energias parciais e totais (para cada um dos casos: associação série, associação paralelo, associação mista)

Posts Relacionados:

0 comentários

Ainda não há comentários...

Mande uns "bitaites" preenchendo o formulário abaixo.

Deixe-nos um comentário