Arquivo de etiquetas: O.M.D.

Orchestral Manoeuvres in the Dark – “The Best of OMD”

Pop Rock

22 de Março de 1995
álbuns poprock

Orchestral Manoeuvres in the Dark
The Best of OMD

VIRGIN, DISTRI. EMI – VC


omd

Quando os sintetizadores voltaram para a dianteira, ultrapassando as guitarras, eleitas pelo “punk”, duas facções de destacaram, os “industriais” para um lado, o “electropop”, para o outro. Os Orchestral Manoeuvres incluíram-se neste segundo grupo, ao lado dos Depeche Mode e Yazoo. Discípulos dos Kraftwerk (que, segundo se conta, consideraram os OMD os seus mais credíveis seguidores), o grupo destacou-se da elaboração de melodias facilmente trauteáveis, apoiadas no previsível arsenal electrónico, que se encontram espalhadas ao longo da sua já vasta discografia em álbum. A maior parte destas canções foi editada em paralelo em “single”, reunindo a presente colectânea a totalidade de temas lançados neste formato até 1985 pelos OMD, como “Electricity”, “Enola Gay”, “Souvenir”, “Joan of Arc”, “Telegraph” e “Locomotion”, entre outros. A par deste “Best of”, acabou também de ser reeditado “Architecture & Morality”, o álbum onde os OMD conseguiram ser algo mais que uma banda para consumo imediato, a par de “Organization”, um dos seus álbuns a merecerem algumas linhas na história breve da “cold wave”. (6)