Arquivo de etiquetas: Lena Willemark

Per Gudmundson, Ale Möller, Lena Willemark – “Frifot”

Sons

17 de Dezembro 1999
WORLD


Per Gudmundson, Ale Möller, Lena Willemark
Frifot (8)
ECM, distri. Dargil


pg

Voltou tudo ao início. Depois de ser título do álbum de estreia do trio para passar a designação oficial do grupo, com a qual foi rubricado o disco anterior, “Järven”, “Frifot” volta a aparecer como título no novo trabalho desta formação sueca militante nas fileiras da editora ECM. Talvez pela presença de Per Gudmundson, na rabeca e gaita-de-foles sueca, os discos soam mais tradicionais no formato de trio do que os assinados apenas pela dupla Möller/Willemark (“Nordán”, “Agram”). À semelhança de anteriores ocasiões destacam-se as vocalizações de Lena Willemark, como em “Tjugmyren”, cuja utilização de uma antiga técnica vocal através da qual as pastoras tentavam comunicar com os animais, adquire curiosamente, com o seu radicalismo, inflexões contemporâneas. Também as baladas como “I hela naturen” servem para a cantora exercitar os seus múltiplos talentos vocais num álbum que, apesar da sua absoluta integridade e cuidado posto na produção, não faz esquecer quer as duas obras apontadas da dupla Möller/Willemark quer o marco que continua a ser – enquanto trabalho pioneiro na introdução da folk escandinava no universo musical da ECM – “Rosensfole”, da cantora norueguesa Agnes Buen Garnas com o seu compatriota saxofonista Jan Garbarek. Retenha-se um tema como “Käre Sol”, uma saudação ao sol que nasce para pôr termo ao longo inverno árctico, ao qual a combinação da gaita-de-foles com a bombarda medieval emprestam um cunho de música antiga. Um álbum clássico que não apresenta grandes inovações em relação ao passado.



Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Lena Willemark & Ale Mӧller – “Nordan”

Pop Rock

16 de Novembro de 1994
WORLD

Lena Willemark & Ale Mӧller
Nordan

ECM, distri. Dargil


lw

Lançado no mercado nacional na mesma altura que o novo dos Hedningarna, “Nordan” corre o risco de passar despercebido, o que seria injusto. Os nomes de Lena Willemark e Ale Mӧller já eram conhecidos – suspeita-se que por muito poucos – através do álbum excelente que gravaram juntamente com Per Gudmundson, “Frifot”, surgido no ano passado em quantidades reduzidas nos escaparates e que nesta secção foi na altura devidamente enaltecido.
A música destes suecos não passou despercebida a Manfred Eicher que, desde a edição de “Rosensfole”, de Jan Garbarek com a cantora Agnes Buen Garnas, não tem perdido de vista a música tradicional oriunda da Escandinávia. Em “Nordan” – primeira surpresa –, um dos percussionistas presentes é Björn Tollin, dos Hedningarna, que aqui, ao contrário do que acontece na sua banda, não se revela pela força mas antes pela subtileza. Baseada em baladas medievais e canções folk da tradição sueca, a par de composições originais de Ale Mӧller, a música de “Nordan” confirma a enorme beleza expressiva da voz de Lena Willemark – mais solta e enleante que as de Agnes Buen Garnas – e os talentos, como arranjador e multinstrumentista (mandola, flautas, harpa, “shawwm” ou bombarda medieval, trompa, saltério e acordeão) de Ale Mӧller, num disco que conta ainda com as presenças do “habitué” da ECM, Palle Danielsson, no contrabaixo, Mats Edén, nas “drones” de violino e “kantele” (saltério escandinavo), por Gudmundson (violino e gaita-de-foles sueca), Tina Johansson (percussão) e Jonas Knutson (saxofone e percussão), além do já citado elemento dos Hedningarna.
Os únicos reparos, de ordem subjectiva, poderão ir apenas para a produção, que para alguns poderá soar demasiado límpida, ou para as entradas “Garbarekianas” do saxofone, características de resto difíceis de eliminar num disco da ECM. “Nordan” tem a serenidade que falta a “Trä” e é o álbum ideal para complementar a loucura dos Hedningarna. E, já agora, é superior a “Rosensfole”. (9)



Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0