Eleventh Dream Day – Eight

21.05.1997
Eleventh Dream Day
Eight
CITY SLANG, DISTRI. MÚSICA ALTERNATIVA

eleventhdreamday_eight

LINK (Borscht – 1990)

“Eight”, apesar do título, é o quinto álbum de mais esta banda de Chicago, cuja data de formação remonta a 1984, na sequência de “Beet”, “Lived to Tell”, “El Moodio” e “Ursa Major”. Conotado presentemente com o movimento pós-rock, os EDD, após algumas alterações, são hoje um trio formado por rick Rizzo, na guitarra (trabalhou com os Palace), Janet Beveridge Bean, bateria e voz (fez parte dos Freakwater) e Doug McCombs (gravações com os Tortoise). John McEntire – dos Tortoise, entidade cada vez mais tentacular no caldeirão de Chicago – gravou, misturou e tocou teclados e sintetizadores. É precisamente da sua contribuição que deriva a faceta mais interesante de “Eight”, nos instrumentais electrónicos “Writes a letter home” e “View from the rim”, os quais permitem a refrência obrigatória ao “krautrock” – para utilizar o bordão utilizado nos últimos números da revista “Magnet” – que são, neste caso, os Harmonia. É um álbum permeável à nostalgia das bandas da Factory de Manchester (“Last Call”), marcado pelas harmonizações vocais de Rizzo e Bean, quais B-52 numa onda de doçaria conceptual, em “Two smart cookies”, e periodicamente estilhaçado por convulsões arrastadas de guitarras, em temas como “For a king” e “Motion sickness”, este último num novelo infernal com os sintetizadores de McEntire, a fazer lembrar bastante a sonoridade dos Rome. (7)

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.