Yoshimi And Yuka – “Flower With No Color”

(público >> y >> pop/rock >> crítica de discos)
9 Maio 2003


YOSHIMI AND YUKA
Flower with no Color
Ipecac, distri. Sabotage
7|10



Ainda o neo-psicadelismo, agora versão 2003. Coincidência: na contracapa do disco dos 13thFloor Elevators um eixo de “chakras” é desenhado na fi gura de uma simulada divindade oriental, os mesmos “chakras” aparecem alinhados em “Flower with no Color” sobre o tronco de uma árvore com raízes num veículo motorizado. Como os Super Numeri, o duo japonês formado por Yoshimi (dos Boredoms) e Yuka Honda (dos Cibo Matto) recupera para a pop o onirismo da década de 60, mas formatado no laboratório das novas tecnologias destinadas à cirurgia da emoção. “Flower with no Color” é um quarto acústico voltado para as mesmas paisagens bucólicas dos KLF, decorado pelo chilrear de pássaros, trompetes “jazzy” tocados por crianças e espanta-espíritos no teto. Os japoneses atiraram para a mesa de mistura “elegant birds”, “temple dogs” e “insects”; os Pink Floyd já tinham inventado animais a fazer música na faixa “Several species of small furry animals…” (“Atom Heart Mother”) mas esta flor junta o mikado dos After Dinner às ruminações do Inconsciente das “Ethnological Forgery Series” (E.F.S.”) dos Can. O efeito é um sonho de geishas, jardins Zen e templos de meditação em forma de labirinto.



Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.