13th Floor Elevators – “Easter Everywhere”

(público >> y >> pop/rock >> crítica de discos)
9 Maio 2003


13TH FLOOR ELEVATORS
Easter Everywhere
Sunspots, distri. Trem Azul
8|10




1967 teve como nome próprio “Psicadelismo”. Experimentava-se a cor dos abismos e os aromas do céu. Recebiam-se graças. E pagava-se por elas, claro. Roky Erickson pagou com a loucura a ousadia derramada em álbuns lendários: “The Psychedelic Sounds of The 13th Floor Elevators” e “Easter Everywhere”, ambos reeditados em formato de cartão com a respetiva remasterização sonora. Menos flipante e caótico que o álbum de estreia, “Easter Everywhere” não deixa de ser outro guia de viagem sem índice pelas regiões recônditas do cérebro. Guitarras saturadas de efeitos a improvisar alucinações e terramotos, melodias que raspam o fundo, amibas e lulas luminosas. Erickson cantava no fundo do aquário. “Baby blue” arrasta-nos para o lodo onde se ocultam pedras e corais valiosas. “Easter Everywhere” soa em 2003 com a mesma força que tinha 36 anos antes. Como os Byrds, os Grateful Dead ou os Ultimate Spinach, os 13th Floor Elevators subiram até ao último andar. Só que, uma vez lá chegado, o elevador de Rocky Erickson não parou.



Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.