The Residents – Roadworms

22.09.2000
The Residents
Roadworms (7/10)
Euro Ralph, distri. Ananana

residents_roadworms

LINK (The King And Eye)

Para quebrar desde logo a tensão decidimos ser os primeiros a revelar, ao fim de quase 30 anos de anonimato, o nome dos quatro Residents. São eles, por ordem de idades: John Curtis, David Pipkin, Samuel Meurice Norton e Clem Duvall. Estão contentes, estão? O novo álbum dos “Fabulous Four” de Shreveport, Louisiana, foi gravado em Berlim no intervalo de uma digressão pela Europa, com o intuito de experimentar em estúdio alguns dos arranjos utilizados nos concertos, sem a pressão do público e o incómodo das máscaras (que a partir de agora, dado que a sua identidade já é conhecida, são desnecessárias), sendo a maior parte dos temas gravados ao primeiro “take”. A música é em simultâneo complexa, infantil e sinistra. Reis do grotesco, empenhados na eliminação da música pop como a conhecemos, o vírus propaga-se aqui, como já se vinha propagando em anteriores trabalhos como “God in Three Persons” ou “Stranger than Supper”, por via de uma vertente pseudo-religiosa que recorrendo a temáticas bíblicas, pretende pôr de cabeça para baixo os dogmas do Cristianismo. São lenga-lengas doentias na voz dos convidados Mr. Skull e Molly Harvey 8por vezes evocativas do genial e já longínquo naufrágio, “Not Available”), misamas colados à humidade fria de globos oculares em permanente vigília, simulacros de “gospel” celebrando o inferno, hinos de condenação, infecções da alma, pautados de forma insistente pela sonoridade litúrgica de um órgão de igreja. “Judas saves” termina a função com um simulacro simiesco da ópera-rock “Jesus Christ Superstar”. Para rir ou ter medo, consoante as crenças e o estado de espírito de quem se dispuser a assistir a esta missa sem Deus.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.