Maria Kalaniemi – “Maria Kalaniemi”

Pop Rock

17 de Maio de 1995
álbuns world

Maria Kalaniemi
Maria Kalaniemi

GREEN LINNET, DISTRI. MC – MUNDO DA CANÇÃO


mk

Já vai sendo tempo de acabar com os preconceitos relativos ao acordeão. Nas mãos certas faz maravilhas como outro instrumento qualquer. John Kirkpatrick, Riccardo Tesi, Mairtin O’ Connor ou Rod Strading são não só notáveis tecnicistas como gravaram álbuns de grande qualidade. Acrescente-se a estes nomes o de Maria Kalaniemi, acordeonista sueca que faz parte dos Niekku, grupo que já abordámos nesta rubrica, a propósito do álbum “Niekku 3”, que vale a pena redescobrir. Kalaniemi é uma especialista do acordeão “5-row” (por ter cinco filas de botões) e na exploração de melodias de acompanhamento baixo. Grande improvisadora, estudou o estilo francês do baile “musette”, bem como o tango argentino, cujas técnicas de improvisação utilizou no tema “Olin sairas kun luokseni saavuit”. A maior parte do reportório, porém, é constituída por “polskas” suecas e finlandesas, nalguns casos recolhidas de um manuscrito do século XVII, de Samuel Rintaa-Nikkola. “Yxi kaunis papillinen polska” cruza-se com o imaginário africano, numa bizarra combinação do acordeão com uma “mbira” (ou “kalimba”, ou “thumb-piano”) da Tanzânia. A instrumentação, para alívio dos que receiam o confronto demasiado exclusivo com o acordeão, inclui ainda o piano, órgão de pedais, guitarra, rabeca, “nyckelharpa”, baixo eléctrico e o tamborim, pelo percussionista dos Hedningarna Björn Tollin. Um álbum não muito generalista, aconselhável aos incondicionais da música escandinava (atenção, quem está a pensar em ritmos rock deverá procurar noutras paragens…) e que poderá suscitar a curiosidade de auditores sintonizados noutras ondas. (7)



Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.