Wire – “The Drill”

Pop Rock

22 MAIO 1991
LP’S

WIRE
The Drill

LP e CD, Mute, distri. Edisom

wire

Na modesta opinião do crítico, por natureza voltado para as franjas mais radicais da música actual, “The Drill” é o melhor álbum de sempre dos Wire. Mas para evitar situações desagradáveis, esclareça-se o seguinte: em “Drill”, não há uma única melodia digna desse nome, um resquício mínimo a que se possa chamar “linha melódica”. As palavras – que, com uma certa dose de imaginação, poderemos considerar “cantadas”, nos poucos momentos que lhes são concedidos – apagam-se, massacradas pela rítmica metronómica e por uma mistura implacável. “Drill” tem menos a ver com o som habitual dos Wire e mais com as experiências empreendidas pela dupla Bruce Gilbert-Graham Lewis, em discos obscuros como “The Shivering Man” ou “8 Time”. Eles explicam que exploraram o método “Dugga” – “repetição monofónica e mono-rítmica”. Com Dugga ou não, o resultado é brilhante, levando ao paroxismo as premissas enunciadas pelos Kraftwerk em “Ralf and Florian” ou os Cluster em “Zuckerzeit”. “Where are you now?”, pergunta sem resposta, claustrofóbica e angustiante, pontuada por grunhidos de porcos electrónicos, demonstra bem até que ponto os Wire arriscaram, num, num disco em que as melodias foram substituídas pelas delícias do berbequim. ****

aqui
pwd: 80sonspeed



Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.