Harmonia 76 – “Tracks & Traces”

28.02.1998

Harmonia 76
Tracks & Traces (9)
S3, distri. Sony Música

LINK

Michael Rother, elemento dos Neu!, após a edição do segundo álbum do grupo, “Neu!2”, juntou-se a Dieter Moebius e Hans-Joachim Roedelius, os Cluster. O trio foi baptizado como “Harmonia” e, durante a sua curta existência, gravou dois clássicos do “krautrock”, “Muzik Von Harmonia” e “DeLuxe”. Os Cluster, ultrapassada a fase do industrialismo, abriam a paleta electrónica ao ambientalismo, chegando aos ouvidos de Brian Eno, que num ápice se juntou ao duo, colaboração da qual resultaram os álbuns “Cluster & Eno” e “After the Heat”. O que permanecia, até agora, inédito eram as gravações de Eno com Moebius, Roedelius e… Rother, ou seja, com os Harmonia. “Tracks & Traces”, gravado em 1976 – daí a nova designação de “Harmonia 76” escolhida para o colectivo -, é a peça que faltava numa boa colecção de “Krautrock” dos anos 70. A pura “Kozsmische muzik” do longo tema “Sometimes in Autumn” alterna com a faceta mais rítmica dos Neu!, o experimentalismo abstracto de Moebius e o romantismo de Roedelius, com Eno a garantir a coesão estética do projecto, acrescentando-lhe uma das suas típicas canções vocalizadas (“Luneburg heath”), uma das vértebras fulcarias de “After the Heat”. Com som radioso e electrónica analógica em todo o seu esplendor, “Tracks & Traces” constitui desde já um novo manual de consulta obrigatória para os actuais “pós-rockers”.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.