Brainville – The Children’s Crusade

28.01.2000
Brainville
The Children’s Crusade (6/10)
Shimmy Disc, distri. Megamúsica

brainville

Canterbury punk. O termo não existia antes de Daevid Allen (ex-Soft Machine, Gong), Hugh Hopper (ex-Soft machine, Gilgamesh), Pip Pyle (ex-Caravan, Hatfield and the North) se juntarem ao norte-americano Kramer, sob o impulso deste último, formarem os Brainville. As ligações de Kramer aos músicos de Canterbury já vêm de trás. Kramer esteve ao lado de Daevid Allen nos New York Gong, extensão nova-iorquina e new wave dos “pot head pixies”, nos anos 80, e nos álbuns de parceria “Hit Men” e “Who’s Afraid?”. Gravou ainda com Hugh Hopper os álbuns “A Remark Hugh Made” e “Huge”. “The Children’s Crusade”, com dedicatória ao cineasta Stanley Kubrick, é rock a meio caminho entre a psicose punk e o psicadelismo, composto por descargasa vassaladoras de guitarra eléctrica, baixo e bateria, o que não deixa de ser estranho (apesar de, anos antes, os New York Gong se terem convertido, embora de forma satírica, Às caves fumacentas da “downtown”…) vindo de gente nascida e criada nos prados de jazz rock de Canterbury. Quanto a Daevid Allen, a sua voz de crooner galáctico abre caminho à força por entre a espessura asfixiante da música, introduzindo as canções com o seu inconfundível humor, imediatamente afogado numa fúria decibélica e na corrente de riffs. Apreciadores da Caravan, Hatfield e quejandos, abstenham-se. “The Children’s Crusade” destina-se aos viciados em adrenalina.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.