Negros de Luz – Canções da Inquietação

10.07.1998
Portugueses
Negros de Luz
Canções da Inquietação (8)
Ed. Foco Musical, distri. Movieplay

O projecto “Canções da Inquietação” obteve a “declaração de manifesto interesse cultural” por parte do Ministério da Cultura, assinada pela mão do Exmo. ministro, informa a promoção dos Negros de Luz, a propósito da edição deste seu primeiro álbum. Seria bom que o sr. ministro ouvisse mais discos e fizesse mais declarações como esta. Não é uma música comum, a dos Negros de Luz, sendo estas “Canções da Inquietação” baseadas em poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen, Alberto Pimenta, Fernando Pessoa, Alexandre O’Neill, António Aleixo, Ernesto de Melo e Castro, Miguel Torga, Pedro Tamen, David Mourão-Ferreira, Manuel Alegre, Eugénio de Andrade, José Gomes Ferreira, Vasco Graça Moura e Mário Sá Carneiro. Já se percebe a chancela do ministro… Juntando na sua formação um quarteto vocal, um quarteto de cordas, piano e percussão, com direcção musical de Jorge Salgueiro, num total de onze elementos, os Negros de Luz propõem uma pop de câmara sofisticada que tanto remete para a vertente mais minimalista de Michael Nyman e Wim Mertens, como se afasta para as paragens mais inóspitas de grupos como os Non Credo ou No Secrets in the Family. Outras vezes afloram Brecht e Weill, a opereta e um certo aroma ao Romantismo do século passado. As canções são, por regra, bastante boas, cuidadosamente compostas e arranjadas, valorizando os textos sem se deixarem asfixiar por eles. Com os Madredeus de um lado e os Poetas do outro, os Negros de Luz conseguiram ainda assim criar o seu espaço próprio, para já com um primeiro álbum orgulhosamente diferente. Por uma vez o ministro teve razão…

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.