The For Carnation – The For Carnation

26.05.2000
The For Carnation
The For Carnation (7/10)
Domino, distri. Ananana


tfc

Devagar se vai ao longe, costuma-se dizer. Muito devagar, no caso dos The For Carnation, parentes dos Low na arte do arrastamento. “The For Carnation” é um daqueles discos dos quais se diz que “criam ambiente”, por oposição aos que carregam instantes explosivos que atingem o auditor como uma martelada na cabeça. Armados de um razoável equipamento instrumental, os cinco elementos do grupo – Bobb Bruno (guitarras, teclados, sampler), Steve Goodfriend (bateria), Todd Cook (baixo), Michael McMahan (guitarras, “space echo”) e Brian McMahan (voz, teclados, guitarras) – contam ainda com um naipe de convidados que acrescentam ao som do grupo as percussões, mais teclados e violoncelo. Entre estes convidados está John McEntire, dos Tortoise, encarregue de colorir a música com os seus sintetizadores. Os seis temas de “The For Carnation” avançam todos lentamente como uma maré imparável capaz de fazer naufragar os sentidos. Rock (deixe-se, por uma vez, de parte o termo pós-rock…) ambiental, construído a partir de “drones” e fluídos instrumentais vários, tem o apelo das coisas misteriosas, dos recantos escuros e das emoções difusas. Nota-se em todo o disco o dedo de John McEntire, decisivo na criação de uma atmosfera ritualística num tema como “Being held”, através do recurso ao som de sinos, mas também na estrutura geral da música do grupo, como em “Smoother”, um tema na linha dos Tortoise ou dos The Sea and the Cake. “tales (Live from the Crypt)” ressuscita por momentos o espectro de Nico (na introdução, em dueto com Kevin Ayers, do fabuloso “The Confessions of Dr. Dream”). Na forma como tira partido do poder de sugestão, insistindo numa aura paisagística, “The For Carnation” devolve ao presente os dias de escuridão e melancolia que grassavam numa certa música dos anos 80.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.