Imagens de cabeçalho aleatórias... Recarregue a sua página para ver mais!

Educação Tecnológica – 6º Ano, Movimento e Mecanismos: Trabalho Prático – Construção de Catapulta, passo-a-passo

Educação Tecnológica – 6º Ano: Movimento e Mecanismos

Trabalho Prático – Construção de Catapulta, passo-a-passo

E, também no formato .docx, do Word 2007…

Por favor faça Login ou Register para poder ler o resto deste post.

Janeiro 31, 2014   Não há comentários

Autómatos Programáveis – Projecto de Elevador

Curso Profissional de Electrónica, Automação e Comando
Disciplina de Automação e Comando

Projectos com Autómatos Programáveis

Enunciado

Programe um sistema de comando de um elevador que apresenta as seguintes características:

1 – Dois pisos
2 – No piso inferior existe um botão de pressão do lado de fora
3 – No piso superior existe outro botão de pressão, do lado de fora
4 – No elevador existe um botão de pressão do lado de dentro
5 – Ambos os botões de pressão exteriores, acima referidos, são luminosos, isto é, possuem no seu interior uma lâmpada que acende em determinadas circunstâncias (ver funcionamento pretendido)
6 – Interruptor de fim-de-curso no piso superior (sinaliza que elevador chegou lá)
7 – Interruptor de fim-de-curso no piso inferior (sinaliza que elevador chegou lá)
8 – Interruptor de fim-de-curso para a porta aberta
9 – Interruptor de fim-de-curso para a porta fechada
10 – Sensor de segurança que actua quando a porta está a fechar e alguém, ou alguma coisa, se interpõe a meio

Indique quantas e quais as entradas e saídas do sistema

Funcionamento Pretendido

1 – Subida e Descida do Elevador

- Se o botão de pressão do lado de fora do piso inferior é premido (ON) e o elevador não está nesse piso, então o elevador move-se para o piso inferior (desce), acendendo-se a lâmpada respectiva enquanto durar o movimento de descida; Se estiver no piso, a porta abre-se e começa a fechar passados 10 segundos depois de totalmente aberta.
- Funcionamento similar para o caso de ser premido o botão de pressão exterior do piso superior;
Nota: em ambos os casos anteriores, o movimento do elevador só se inicia depois de assegurado que a porta está totalmente fechada.
Se a porta não estiver fechada, começará a mover-se logo que estiver, isto é, memoriza a ordem dada (pressão no botão de pressão exterior) mesmo que não esteja em condições de a cumprir de imediato;
Essa ordem só é “desmemorizada” caso, por outros efeitos, o elevador cumpra essa ordem. Por exemplo, um utilizador no piso inferior prime o botão exterior para o elevador descer, mas, no entretanto, um outro utilizador, que estava no piso superior e se preparava para descer, “manda” o elevador descer, premindo o botão interior.

2 – Abertura e Fecho das Portas

- Logo que o fim-de-curso do piso inferior fica ON ou logo que o fim-de-curso do piso superior fica ON, então a porta abre, fechando-se passados 10 segundos, assegurado que está o facto de o sensor de segurança não estar activado.
A porta também se abre, como já vimos, se o botão exterior do piso for premido e o elevador estiver parado nesse piso.
- Se o Sensor de Segurança fica a ON, então a porta não inicia o seu movimento de fecho (se se encontrar totalmente aberta) ou muda de sentido se se encontrar em movimento de fecho.

Passos do Projecto

1 – Faça o Grafcet correspondente
2 – A partir do Grafcet, elabore as tabelas de estados, transições/entradas e saídas/acções
3 – Em seguida escreva as equações dos estados e acções
4 – Na sequência, escreva o programa ladder correspondente ao problema
5 – Finalmente, escreva a lista de instruções respectiva
6 – Monte e teste o circuito, primeiro em software (CX-Programmer) e depois na oficina.

Por favor faça Login ou Register para poder ler o resto deste post.

Junho 11, 2012   Não há comentários

Educação Tecnológica – Trabalho de Electricidade: “Construção de uma Torradeira Eléctrica”

Informação

Quem não gosta de umas torradinhas quentinhas pela manhã, barradinhas de manteiga, ao pequeno almoço?
Pois o que te estamos a propor, é efectivamente a construção de uma torradeira. É evidente que estamos limitados no que diz respeito à forma “perfeita” de tecnologia que as modernas torradeiras nos proporcionam, mas, dentro do tipo de ferramentas e materiais disponíveis no mercado, esta torradeira, embora simples, não deixa de satisfazer até mesmo o mais exigente.

Montagem

Partindo do princípio, isto é, das chapas de alumínio que já se encontram cortadas nas medidas certas, quase todas, vamos fazer a adaptação de todas elas entre si, para que no final as possamos montar e encaixar umas nas outras e assim constituir a nossa torradeira, tal como se pode observar na figura mais abaixo.

Actividades

. Desenvolver a capacidade de marcação de furos e quinagem das chapas;
. Desenvolver o manuseamento de diversas ferramentas, tais como: a régua graduada, o riscador, o paquímetro, o berbequim eléctrico, assim como outro tipo diverso de ferramentas eléctricas já conhecidas.

Esquema Eléctrico

Aspecto final da Torradeira

Planificação/Desenho dos Componentes

Abril 7, 2012   Não há comentários