Imagens de cabeçalho aleatórias... Recarregue a sua página para ver mais!

Electrónica: Circuitos Práticos com Estabilizadores de Tensão: Cromo #3 – Fonte de 1 kV

Circuitos Práticos com Reguladores de Tensão

3. Fonte de 1 kV

Trata-se de um circuito quadriplicador de tensão que, assim, gera uma tensão de saída de aproximadamente 1000 Volts, a partir da tensão da rede de 230V.
No caso da tensão de alimentação da rede ser de 110V será necessário usar um auto-transformador.
Os condensadores são de poliéster metalizado com uma tensão mínima de trabalho de 600V.
Os díodos a usar podem ser equivalentes aos mostrados na figura/esquema abaixo.
A corrente de saída é de apenas alguns miliampéres, devendo-se tal facto à reactância capacitiva dos condensadores.
Escusado será dizer que, face aos valores de tensão manipulados, todo o cuidado será pouco, quer nos componentes a usar (garantir as características necessárias) quer no manuseamento do circuito, bem como nos instrumentos de medida a usar.

Segue o link com o circuito Multisim correspondente e que permite a simulação.

Fevereiro 28, 2012   Não há comentários

Electrónica: Circuitos Práticos com Estabilizadores de Tensão: Cromo #1 – Fonte sem Transformador

Circuitos Práticos com Reguladores de Tensão

1. Fonte sem transformador

Os valores representados referem-se a uma tensão da rede de 220V. Para tensão da rede de 110 V, veja o texto que se segue, para as necessárias adaptações.
Este circuito pode ser usado em aplicações em que não exista o perigo de qualquer contacto com os pontos em tensão da rede de energia por parte do utilizador (220V ou 110V).
A vantagem é que não precisa, assim, de transformador (que faz o isolamento da rede de energia do circuito), que é caro e volumoso, ocupando muito espaço.
O circuito que apresentamos pode fornecer uma tensão contínua entre os 3 V e os 12 V, dependendo do Zener utilizado. A corrente máxima de saída é de 100 mA, tendo pois de haver cuidado com as cargas que vamos aplicar ao circuito (basta aplicar a lei de ohm para saber qual a resistência mínima de carga, do aparelho, a ligar :-)
O transístor deve ser montado num pequeno dissipador de calor;
O condensador de entrada de 2,2uF deve ser de poliéster metalizado, com tensão de trabalho de 400V se a rede de alimentação for de 220V, ou de 4,7uF e 250 V, se a rede for de 110V;
Os díodos da ponte rectificadora podem ser os indicados ou equivalentes.
O circuito pode alimentar, por exemplo, calculadoras, rádios portáteis, etc.

Segue o link com o circuito Multisim correspondente (de que apresentamos uma captura de ecrã abaixo) e que permite a simulação (também mostrada em figura). No nosso caso, como usámos um Zener de 9,1 V, a tensão de saída, conforme simulado, andará em torno desse valor.

Dezembro 28, 2011   1 Comentário